Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Equideocultura - Projeto Carroceiro
Início do conteúdo da página
Equideocultura - Projeto Carroceiro

Projeto Carroceiro

Last Updated: Wednesday, 13 November 2019 13:32

 

Projeto de Atenção aos Equídeos de Tração e a seu Proprietário na Grande Belém

O Serviço integrado de atenção ao equídeo - SIAE é biotério cadastrado junto ao ISPA e CIUCCA, tendo como missão promover através do atendimento clínico e cirúrgico de equídeos (cavalos, jumentos e muares), serviços técnicos de qualidade e com responsabilidade social. Primando pela indissociabilidade entre o ensino-pesquisa-extensão na UFRA.

O SIAE mantém o programa de extensão denominado Projeto Carroceiro através Grupo de ensino, pesquisa e extensão em equídeos – Clube do Cavalo”. O projeto abrange diferentes linhas de pesquisa e participa da Residência Multiprofissional do SUS -COREMU. É o local de recepção para visitação de alunos da rede pública de educação e de várias disciplinas de graduação e pós graduação de cursos da UFRA.

Os animais internados no Projeto Carroceiro/UFRA são oriundos de apreensões pela Polícia Civil do Estado do Pará através da Divisão Especializado em Meio Ambiente – DEMA; recolhidos pelo Centro de Controle de Zoonoses – CZZ; trazidos pelos próprios carroceiros para consultas ou doados a UFRA por terceiros. Os procedimentos clínicos e/ou cirúrgicos são realizados por uma equipe técnica formada por 02 médicos veterinários, 02 residentes, 02 bolsistas de extensão, cerca de 10 treinandos do curso de Medicina Veterinário e Zootecnia e 01 funcionário de serviços gerais, além de contar com o apoio técnico e laboratorial de professores e médicos veterinários do Instituto da Saúde e Produção Animal – ISPA/UFRA.

A estrutura física do Projeto Carroceiro foi financiado pelo Ministério da Justiça através do Conselho Federal Gestor do Fundo de Defesa de Direitos Difusos – CFDD, em 2007 como o 1º lugar no Brasil em prioridade na área de meio ambiente, pelo valioso papel social que o Projeto desenvolve no Estado do Pará. Com área de 25.200 m², possui 08 baias de internamento, 03 troncos de contenção, área de solário e banho, farmácia, espaço de vivência de técnicos e estagiários, banheiro, sala de ração e trituração, depósito, além de 12 piquetes de internamento, equipados com comedouros plásticos, bebedouros automáticos e cochos de sal mineral, área de exercício e capineira. Além de baias, os animais também contam com piquetes de internamento, com disposição de gramíneas de várias espécies, em sistema de pastejo silvipastoril, ou seja, área consorciada com essências florestais (seringueira) e o animal (cavalo). Neste tipo de pastejo há uma sistematização mútua, onde a seringueira fornece sombra e ventilação abundante aos animais, evitando com isto, o estresse calórico, e em contra partida os animais defecam e urinam no solo e, após sua decomposição, são incorporadas e aproveitadas com matéria orgânica pelas seringueiras.

A manutenção dos animais no Projeto Carroceiro é proporcionada com parte do financiado pelo ISPA/UFRA; por doações dos parceiros do setor agropecuário e principalmente pelas doações do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, através do Juizado Especial Criminal do Meio Ambiente – JECRIM.

Fim do conteúdo da página